O céu de Cristian está sempre estrelado. Ele escolheu que seja assim.
Já o atletismo não foi uma opção: foi um segundo nascimento.
Tornou-se campeão paralímpico porque precisava de respirar.
Cristian é cego. Mas foram sempre os outros que tiveram dificuldade em vê-lo.

  • Realização: Douglas Bernardt, Filipe Zapelini
  • Fotografia: Lucas D. Oliviera
  • Produção: Marina Hecker, Amadeu Caringi, Juan Ossa
  • Montagem: Gabrial Honzik
  • Som: Thiago Damant
  • Cor: Mauricio de Oliveira
  • Tradução: Escarlata Sánchez, Adrian Lancashire, Joanna Gill, Lena Roche, Diego Giuliani, Nuno Prudêncio, Jérôme Plan
vel, libero id massa Lorem ipsum Curabitur risus. neque.